• Fashion chique .PT

    Sem rumo

    Sem rumo Quantas vezes perdido Por caminho conhecido Por um rumo desconhecido Um esquecido destino! Vira à direita, Estrada estreita, Vira à esquerda, Caminho da perda, Para, não avances Sem que antes penses, Rumo traçado Não admite desvios Serás desgastado Por motivos óbvios! Rua, estrada, caminho Vida, decisão, avanço Segue, espreita, crê O caminho é teu Caminharás Mesmo sem dar um passo Alberto Cuddel

  • Poemas Poesia

    Minha vida, teu mar

    Minha vida, teu mar Sentado na borda do silêncio, escuto a maresia dos teus lábios, viajo nas nuvens do teu sonho, entre o sabor salgado da tua pele… por entre a saudade de me ter no mar dos teus beijos, nos tentáculos apertados dos teus abraços, na teia sedosa das tuas palavras! Enredo-me nas memórias perdidas do esquecimentos dos tempos, mesmo assim desinibo-me, perdido nos desejos do teu corpo, por entre a suavidade do voo da gaivota, e a ferocidade do ataque bebendo em ti… cadência da marés, as ondas que te sobem pelo corpo, ora quentes arrebatadoras, ora gélidas, arrepiando a pele… E mesmo assim, a fina areia condena-me,…

  • Fashion chique .PT,  Fotografia,  Inspiração,  Natureza,  Poemas Poesia,  Sentimentos

    10 Fotografia Natureza e poesia Augusto Cury

      A maior aventura de um ser humano é viajar, E a maior viagem que alguém pode empreender É para dentro de si mesmo. E o modo mais emocionante de realizá-la é ler um livro, Pois um livro revela que a vida é o maior de todos os livros, Mas é pouco útil para quem não souber ler nas entrelinhas E descobrir o que as palavras não disseram… Augusto Cury   Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É ter coragem para ouvir um “não“. Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro e cada um de nós. É ter maturidade para…

  • Poemas Poesia

    Desisti de te encontrar, Poema

    Desisti de te encontrar Desisti mormente de te procurar nos sonhos Sonhar-te em forma redondas e lascivas de mulher Desisti do nome, da vontade, do sono… Se a solidão da crença me abraça Deixo que a virtude se desfaça Num qualquer rosto da noite Por toca confortavelmente negociada Sei que tu não desistirás de mim… Alberto Cuddel 04/06/2017 15:00

  • Fashion chique .PT,  Inspiração,  Moda Feminina,  Pensamentos,  Poemas Poesia,  Sentimentos

    Poema Vida Augusto Branco

    Vida Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis. Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei com pessoas  que eu nunca pensei que iriam me decepcionar, mas também já decepcionei alguém.

  • Poemas Poesia

    Não sei o teu nome, tão pouco se existes, Poema

    Não sei o teu nome, tão pouco se existes  Nas pedras em que te nego  Procuro-me na vã ciência metafísica  Crença de que me faço, no que escuto  Vento que me acoita as duvidas  Folhas que mortas se depositam  Chão dos dias que pisas, – preces  De mãos estendidas ao horizonte  Em mim, lágrimas caem defronte  Vã consciência moral, humanidade tolhida  Egoísmo prematuro, felicidade corporal  Prazer etéreo, finda, desgasta-se  Encontro-me inscrito em pedras  Lapides, papéis avulsos  Memória colectiva, estantes empoeiradas  Compêndios livreiros, inscritos, inspiração divina  Alá, Jeová, Deus, Buda?  Mera consciência colectiva unida  Num espírito invisível de um outra filosofia  Não sei o teu nome, tão pouco se existes  Apenas…