Poema Vida Augusto Branco

galeria12

Vida

Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas 
que eu nunca pensei que iriam me decepcionar,
mas também já decepcionei alguém.

Continue reading “Poema Vida Augusto Branco”

Poesia Alma, Fogo, Indiferença 3 Poemas

ncmy-clhz:

Alma

Não sei quem sou, que alma tenho.
Quando falo com sinceridade não sei com que sinceridade falo.
Sou variamente outro do que um eu que não sei se existe (se é esses outros)…
Sinto crenças que não tenho.
Enlevam-me ânsias que repudio.
A minha perpétua atenção sobre mim perpetuamente me ponta
traições de alma a um carácter que talvez eu não tenha,
nem ela julga que eu tenho.
Sinto-me múltiplo.

Continue reading “Poesia Alma, Fogo, Indiferença 3 Poemas”

Sede de Sexo 3 poemas

Vem e me come aqui mesmo, nada importa as pessoas que passem que olhem, nada importa nós estamos nós amando…

Palavras Minhas Lady Madelaine

sexo arro

drummond

A língua lambe as pétalas vermelhas
da rosa pluriaberta; a língua lavra
certo oculto botão, e vai tecendo
lépidas variações de leves ritmos.

E lambe, lambilonga, lambilenta,
a licorina gruta cabeluda,
e, quanto mais lambente, mais ativa,
atinge o céu do céu, entre gemidos…

Continue reading “Sede de Sexo 3 poemas”

William Shakespeare mais musica

Quando penso em você me sinto flutuar,
me sinto alcançar as nuvens,
tocar as estrelas, morar no céu…

Continue reading “William Shakespeare mais musica”

Poemas sobre Amor Calma Coragem

AMOR PARA TODOS OS DIAS

Amor quando é amor não definha
E até o final das eras há de aumentar.
Mas se o que eu digo for erro
E o meu engano for provado
Então eu nunca terei escrito 
Ou nunca ninguém terá amado.

William Shakespeare

 

Frases, coragem, lettering, flor, floral, tipografia

Que minha solidão me sirva de companhia.
que eu tenha a coragem de me enfrentar.
que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo.

Clarice Lispector

CALMA PARA TODOS OS DIAS

A única atitude intelectual digna de uma criatura superior é a de uma calma e fria compaixão por tudo quanto não é ele próprio. Não que essa atitude tenha o mínimo cunho de justa e verdadeira; mas é tão invejável que é preciso tê-la.

Fernando Pessoa

signature

 

 

SAUDADE QUE APERTA