Mães Mulheres Portuguesas estão a trabalhar e ganhar dinheiro com a Net

tempo

 

Sabia que as mulheres Portuguesas estão cada, veja o post da vez mais a investir em trabalhar com marketing digital muitas ideias de negocio a partir de casa.

Ideias para mães que desejam empreender.

Muitas mulheres têm o sonho de ser mãe, mas, às vezes, acabam adiando este desejo por receio de terem que abrir mão de suas carreiras. Outras já são mães, mas temem deixar a criação de seus filhos para terceiros e, por isso, não dão continuidade a suas profissões. E claro, existem aquelas que já são mamães e conciliam com um trabalho, o que acaba deixando o dia a dia super corrido!

Independentemente do tipo de mulher que você é, saiba que não é preciso escolher entre a carreira e os filhos. É possível equilibrar essas duas vocações e fazer tudo aquilo que você mais gosta.

E foi pensando em mulheres como você, que são mães empreendedoras, que fizemos este post. Aqui, vamos mostrar 10 ideias para mulheres que desejam empreender, mas sem deixar de cuidar de seus filhos.

Ideias para mães empreendedoras

 

chaves.jpg

Agora que você já entendeu os caminhos que podem te ajudar a definir qual será a sua área de actuação, vamos falar sobre algumas ideias que são interessantes para uma mãe empreendedora.

Sabemos que há diversos caminhos para você escolher, mas separamos essas 10 opções para que você possa começar a pensar no seu passo inicial.

1. Consultoria para mães
A primeira dica que separamos para você é o de consultoria. Pensamos nessa área porque sabemos que você, como mãe, viveu e ainda vive experiências diárias com seu(s) filho(s) e, por isso, já entendeu o que pode funcionar e o que não dá certo em determinadas situações.

Então, por que não ser uma mãe empreendedora e ajudar outras mulheres, principalmente mães de primeira viagem, a entenderem melhor as situações do dia a dia da maternidade?

Você pode usar todo o seu conhecimento com dicas para as mulheres durante a gravidez, pós parto, primeiros dias do bebê, e por aí vai. E não pense que apenas mães de crianças pequenas podem fazer isso. Se você já tem um filho adolescente ou até mesmo adulto, pode contribuir com informações sobre todas as fases das crianças.

É claro que cada filho é diferente e age de uma maneira única. Mas você não acha que outras mães gostariam de ouvir seus relatos e saber que elas não estão sozinhas em algumas situações que acontecem com as crianças?

Compartilhar seu conhecimento como mãe pode ajudar outras mulheres a entenderem as dificuldades e as alegrias que elas viverão nessa nova jornada de suas vidas.

2. Redação e revisão de textos
Essa área, muitas vezes, parece ser adequada apenas para pessoas que têm alguma experiência com o português e a escrita de textos. Porém, você precisa saber de uma vez por todas que, para ser uma boa redatora ou revisora de textos, é necessário apenas força de vontade e prática.

Se você tem alguma experiência com redação, será ainda mais fácil empreender nessa área. Mas caso você ainda não tenha conhecimento anterior sobre isso e quer começar, há diversos cursos online que podem te ajudar a entender a estrutura de um texto. Com o tempo, a prática, muita leitura e estudos, você perceberá que será fácil escrever sobre temas diversos.

O bom dessa área de atuação é que você pode ser mãe empreendedora sem sair de casa. Você pode escrever um blog sobre assuntos diversos (até mesmo sobre consultoria para mães, como sugerido no primeiro item deste post) ou oferecer seus textos para outros blogs que precisam de redatores.

Aqui, o que conta é a criatividade. Então, se você sempre tem uma ideia nova ou gosta de pesquisar muito sobre assuntos diversos, essa é uma ótima maneira de começar ou voltar a empreender.

3. Videomaker ou fotógrafa
Quando nos tornamos mães, parece que, ao mesmo tempo, viramos fotógrafas e videomakers profissionais.

Você já percebeu como tiramos milhões de fotos e fazemos vídeos de tudo o que nossos filhos fazem? Que tal transformar essa paixão pelos filhos em uma profissão?

O único empecilho dessa área é que você precisará investir em uma câmera e lentes profissionais. Mas se você ainda não tem o valor necessário para isso, pode começar a trabalhar com edição de vídeos e fotos, que é algo que dá para fazer de casa e, com o dinheiro que você receber desses trabalhos, pode comprar seu equipamento.

Você ainda não sabe como editar vídeos? Temos um passo a passo no nosso canal do YouTube para te ajudar, é só clicar aqui.

No início, você pode fazer fotos de pessoas que conhece para pegar a prática da fotografia aos poucos. Depois, com mais experiência, divulgue seu trabalho. E para se especializar, você pode procurar cursos sobre técnicas de foto e vídeo, assim, você estará ainda mais preparada para esse mercado.

4. Saúde das crianças
A maioria das mães tem grandes preocupações com a saúde dos filhos, e não estamos falando aqui apenas de gripes, resfriados, alergias ou qualquer outra doença. É bem provável que você se preocupe com a alimentação e tudo que envolva o crescimento saudável de suas crianças.

Pensando nisso, que tal empreender no ramo de saúde das crianças?

Você pode, por exemplo, criar um delivery de alimentos saudáveis para ajudar mães que não têm tempo de cozinhar comidas frescas todos os dias. Ou então, se você tiver alguma formação/experiência com educação física, pode montar um time de futebol para as crianças praticarem algum exercício físico.

Há diversas maneiras de ajudar outras mulheres com a saúde de seus filhos. Você só precisa pensar naquilo que faz para manter suas crianças saudáveis e comercializar esses produtos ou serviços para outras mães.

5. Beleza e estética
Se você sabe se maquiar, arrumar os cabelos, fazer unha ou limpeza de pele, pode ser uma mãe empreendedora nessa área.

É possível abrir um salão de beleza até mesmo em algum cômodo da sua casa que não é utilizado. Assim, você fica perto de seus filhos e ainda consegue exercer uma atividade lucrativa.

Caso você não queira abrir um estabelecimento, há também a opção de ir nas casas de suas clientes para atendê-las. O importante é você conversar com quem for atender e explicar que seus filhos irão com você, se este for o seu caso.

6. Aula particular
Seus filhos já estão na escola e é você quem estuda com eles e os ajuda nos trabalhos escolares? Essa é mais uma ótima área de atuação!

Muitas mães, principalmente as que trabalham fora, não têm tempo para ensinar as tarefas escolares para os filhos. Então, você pode ajudá-las e ainda lucrar com isso.

Abra uma “salinha”, em sua casa mesmo, e cobre um valor para que as crianças possam passar a manhã ou a tarde lá fazendo seus exercícios escolares. Com isso, até seus filhos podem se beneficiar, pois eles passarão algumas horas dos dias estudando com outras crianças diferentes dos colegas de classe e dedicando-se mais à educação.

Se você é ou já foi professora, pode também oferecer aulas de reforço para alunos que tenham dificuldades na matéria que você conhece bem. E esse tipo de serviço, assim como os de beleza e estética, podem ser oferecidos nas casas das pessoas, caso você não queira dar aulas em sua casa.

7. Produtora
Trabalhar com a internet é algo que tem atraído muitas pessoas, principalmente por causa da possibilidade de poder trabalhar em casa e, assim, passar mais tempo com a família. É por isso que essa é uma boa escolha para mães, porque você consegue empreender e ficar com seus filhos.

Uma opção muito procurada é a de Produtor(a), que são pessoas que criam cursos online sobre algum assunto que dominam bem. Vamos para um exemplo:

Suponha que você é uma ótima professora de piano, mas não pode atender tantos alunos quanto queria por falta de tempo. Uma boa ideia é criar um curso online em vídeo que ensine desde os passos iniciais até os mais avançados para quem quer aprender esse instrumento. Assim, várias pessoas podem comprar seu curso e aprender o que você tem a ensinar, sem que você tenha que dar aulas pessoalmente.

Para esse tipo de estratégia, o que você precisa é dominar bem o assunto que ensinará, gravar suas aulas, disponibilizá-las em uma plataforma EAD, divulgá-las e vendê-las. E se você tem dúvidas quanto às vendas e não sabe bem como fazê-las, há pessoas que podem fazer isso para você, que são Afiliados(as), nossa ideia número 8 para mães empreendedoras.

8. Afiliada
Como você deve ter percebido no tópico 7, Afiliados(as) são pessoas que trabalham com a divulgação e venda de produtos ou serviços de outros (para saber mais sobre Afiliados, leia este post).

Se você já foi vendedora ou tem uma aptidão para isso, essa é uma maneira de lucrar. Você pode entrar em programas de Afiliados e solicitar afiliação de algum produto com o qual se identifique ou que você perceba que pode vender bem.

Então, mesmo que você não tenha uma ideia para criar um curso online, há a opção de trabalhar na internet e ainda passar mais tempo com a família vendendo produtos/serviços de outras pessoas e ganhando comissões por isso.

9. Pequenos reparos
Quase todas nós temos uma roupa preferida que usamos com tanta frequência que ela até descostura. Ou então precisamos dar bainha em uma calça ou saia que ficou grande demais.

Se você também passa por esses problemas diários, sabe como é bom ter uma costureira por perto que faça pequenos reparos. Então, que tal você ser essa costureira?

Esse é o tipo de mercado que pode ser bem trabalhado dentro de casa. Tudo o que você precisa é de um quartinho ou sala para colocar sua máquina de costuras e atender os clientes.

Algumas pessoas já têm o dom natural e sabem fazer com muita qualidade esses pequenos reparos. Mas se você ainda não sabe, há sempre a possibilidade de aprender e começar a empreender nesse ramo.

10. Artesanato
Nossa última dica é para você que é mãe empreendedora e tem um talento natural para as artes.

Você é boa com pintura, bordado, tricô, bijuterias ou qualquer outro tipo de artesanato?

Não esconda seus dons. Comece a produzir objetos e procure lojas para vendê-los, ou abra seu próprio estabelecimento. Mas caso você não queira trabalhar com lojas físicas, há também a possibilidade de ter o seu e-commerce, que é uma loja virtual na qual você coloca as fotos daquilo que vende com os preços e realiza as transações comerciais pela internet. Assim que a pessoa efetivar a compra, você só terá que enviar o produto para o local que o comprador se encontra.

E se você não quiser vender seus produtos, há ainda a opção de dar aulas, online ou presenciais, e ensinar outras pessoas a fazerem os mesmos tipos de artesanato que você faz.

Como escolher um nicho
Depois de todas essas opções para mães empreendedoras, você precisa entender qual é o público que você quer alcançar, ou seja, qual é o nicho de mercado no qual você quer atuar.

Olhe as pessoas ao seu redor. O que você acha que ainda falta para ajudá-las a solucionar pequenas situações que parecem dificultar o dia a dia?

Pensar nas necessidades de quem está inserido em seu ciclo de convivência é uma ótima maneira para começar a ter ideias de novos campos de atuação para você.

Mas, além disso, é importante também pensar em você. Quais são os assuntos com os quais você mais se identifica? Você tem alguma habilidade que te permite fazer algo diferente das outras pessoas?

Quando você já tem alguma especialização, fica mais fácil pensar em conteúdos e estratégias para criar um empreendimento que gere lucro para você e ainda agregue valor para quem comprar algum de seus produtos ou serviços.

Por fim, você pode também pesquisar em grupos de Facebook que você participa o que as pessoas sentem falta e, assim, começar a investir nisso. Dessa forma, você empreende não apenas em algo que esteja faltando para quem está ao seu redor, e consegue atingir um público maior do que você imaginava.

O principal no momento de escolher o seu público é você definir bem quem você quer alcançar com o seu novo empreendimento para conseguir fazer um conteúdo realmente interessante para a sua persona. (No mercado digital, usamos o termo “persona” para referir ao cliente ideal para o seu negócio. Entenda melhor o que esse termo significa e aprenda a criar sua persona clicando aqui.)

Conclusão
Neste post, trouxemos 10 ideias para que você possa continuar a fazer aquilo que ama: ser mãe e trabalhar ao mesmo tempo. Se você chegou até aqui, percebeu que é possível conciliar essas duas carreiras, basta você entender bem qual é sua área de atuação e o público que você quer atingir.

Como já dissemos, há diversas opções de mercados que você pode escolher para empreender. E dentro dessas áreas, há ainda subáreas, também conhecidas como micro nichos, que são bem específicas e atraem um público mais assertivo.

 

 

assin azul

Posted by

Blog sobre moda, beleza, Dicas Style. Marketing digital, técnicas bloggers e muito mais espero que gostem das Dicas da blogueira Portuguesa Moda á Portuguesa...

One thought on “Mães Mulheres Portuguesas estão a trabalhar e ganhar dinheiro com a Net

Deixar uma resposta