Homens Portugueses Rendem-se Compras on-line Moda Masculina

Black and White Desk Accessories on Marble | Product styling, prop styling, and photography by Shay Cochrane | www.shaycochrane.com | black and white desk, marble desk, beautiful workspace, home office inspiration, styled stock photography

Texto retirado da Internet, cada vez que procuro informações sobre blogs portugueses tendências Portugal, mulher Portugal e a Moda é um problema a muito pouca informação, para publicar é preciso saber o que os portugueses pesquisam mais sobre Moda e afins na Internet, fiquei a saber 56% da população masculina aderiu as compras on line, nesta pesquisa eu acredito o homem não gosta nada de ir as compras e tem todo o direito, ele sabe o que gosta, sabe o tamanho que usa, o estilo em regra geral é clássico sabe muito bem o comprar e ainda pode ganhar descontos e fazer ali a consulta de preços. Fica no conforto da sua casa sem ir para a confusão de um shopping e ganha qualidade de vida, BOA. As mulheres já aqui as compras são diferentes tema para outro post, leiam a baixo o texto é bastante interessante.

A venda através da Internet sempre tentou convencer os relutantes consumidores masculinos dos seus benefícios – poderia estar sentado, com a cerveja numa mão e o teclado na outra, a efectuar as suas compras no seu sofá em qualquer altura do dia ou da noite. Apesar desse “apelo”, apenas recentemente é que os homens ultrapassaram as mulheres na realização de compras através deste canal. De acordo com um estudo realizado pela empresa de consultoria Accenture, a maioria dos homens (56%) prefere comprar on-line do que através do retalho tradicional.

Esta tendência tem levado a que as marcas de moda comecem a responder cada vez mais a esta mudança de hábitos. Comprar moda on-line é uma experiência nova para muitos homens – necessitam de ser convencidos a se converterem a esta nova forma de compra e, contrariamente às mulheres, estes não têm sido bombardeados com as vantagens do “new look” numa base semanal», refere Ali Khan, fundador do site www.menalamode.com, uma concorrente masculino do famoso e bem sucedido site do moda feminina www-net-a-porter.com. Muitos retalhistas mostravam-se relutantes em conquistar o cliente masculino de moda on-line, quando o público feminino aderia com alguma facilidade a este canal. Mas agora a tendência está a mudar». Como todos os indicadores demonstram, o retalho de moda on-line encontra-se numa fase de crescimento explosivo com, segundo dados da Nielsen, 36% dos consumidores com acesso à Internet a realizaram compras de vestuário, calçado e/ou acessórios on-line no último trimestre de 2007, cerca do dobro dos valores de 2005. Estes dados fazem com que a moda apareça na segunda posição logo atrás da compra de livros através da Internet. No início, a Internet era considerada um reduto tecnológico masculino», afirma Tamar Kasriel, analista da Futureal, Apesar da literacia de compras ser uma característica mais feminina, a componente tecnológica equilibra a situação entre os dois sexos. Com as melhorias trazidas pelo aumento da largura de banda dos acessos, a experiência de compra através da Internet melhorou significativamente, equiparando-se àquela que poderemos obter numa loja física. Desta forma, o público masculino está a converter-se cada vez mais ao mundo das compras electrónicas». As mulheres pensam na compra de moda como uma actividade social e recreativa. Os hábitos masculinos, por sua vez, são dominados pelo instinto predador; eles têm uma boa ideia do que pretendem e agarram-se a essa ideia de forma muito forte. Com a Internet, a comparação de preços e a rapidez do acto aquisitivo é bastante melhorada. A pressão exercida pelos assistentes de venda nas lojas físicas não agrada a muitos homens. Sentem-se embaraçados, contribuindo essa situação ainda mais para que não gostem de comprar. Esse desconforto torna a compra de moda on-line ainda mais atractiva para estes consumidores. Algumas funcionalidades do mundo electrónico aparecem também como pontos positivos para cativar os clientes masculinos. Através dos conselhos personalizados que alguns sites disponibilizam (www.styleedit.com por exemplo, os homens podem encontrar a solução para alguns dos seus problemas. Os consumidores masculinos estão, assim, cada vez mais interessados na moda que podem encontrar no mundo on-line, sendo o inverso também uma realidade. Os hábitos masculinos de consumo de moda estão a tender cada vez mais para uma personalização e particularização dos seus gostos em marcas e estilos muito próprios. Com a atenção que este sexo está a começar a dar ao mundo da moda on-line, parte da comunicação e da estratégia das marcas de meanswear tem que passar obrigatoriamente pelo mundo virtual. O crescimento da moda on-line vai, em muito, depender do sucesso que esta tiver com os públicos-alvo masculinos. Pela pouca saturação que este segmento ainda apresenta na Internet, muitas oportunidades se apresentam às marcas que ainda não se encontram presentes e às novas empresas que queiram apostar neste segmento.

seta assinatura

Advertisements

You may also like

6 comentários

    1. Ainda bem e compreendo os sapatos o conforto é essencial e a outro segredo eu sei pq nasci no meio de 10 sapatarias do meu pai falecido, o sapato na mãos pode parecer muito bonito e depois no pé não ficar bem isso acontece mais com as senhoras mas tb é valido para os homens bjs amigo

Deixar uma resposta