Como Lidar com um Manipulador/a

beijo sensual

Cuidado com as pessoas que sempre conseguem o que querem.

Quem nunca se deparou com pessoas que assumem os mais diferentes traços psicológicos? Pessoas que a cada hora agem de um jeito, adequando-se as situações e aos momentos, tudo para conseguirem rapidamente alcançar seus objetivos? Chamamos esse comportamento de manipulação psicológica. É a influência exercida através da distorção mental e a exploração emocional. O manipulador vale-se dessas artimanhas para roubar o equilíbrio de uma pessoa ou grupo de pessoas, induzindo, moldando e conduzindo comportamentos, tudo para obter benefícios próprios.

Manipuladores usam o poder da oratória. São bons de lábia para convencer suas vítimas que suas vidas mudaram para melhor após conhecerem eles. São mestres em vender suas “qualidades” e convencer a todos que eles são as melhores pessoas do mundo, as mais honestas, as mais legais e as mais doces

Um manipulador é o famoso “lobo em pele de cordeiro”. Pessoa afável, aquele tipo que sempre queremos ter por perto. Um manipulador nato não enxerga ninguém como amigo. Para ele, as pessoas são meras “pontes” que as levarão rumo aos seus objetivos. Manipuladores entram no íntimo de suas vítimas.

Tipos de manipulação

Pessoas insatisfeitas com suas vidas sociais, amorosas, profissionais e familiares são verdadeiros oceanos de possibilidades para os manipuladores exercerem seus “talentos”. Existem diferentes formas de manipulação, uma para cada situação:

  • O aldrabão: Essa palavra não é muito conhecida. Enganador, mentiroso, vigarista e trapaceiro são os significados. O manipulador aldrabão tem objetivos políticos, financeiros e até mesmo sentimentais;
  • O bruto: O manipulador bruto tem problemas psicológicos. Donos de personalidades narcisistas e perversas. Faz suas vítimas sentirem-se emocionalmente dependentes;
  • O bom: Diferente das outras modalidades, o manipulador bom acredita que tem sentimentos nobres e que pode mudar o mundo conforme sua retidão de caráter.

Habilidades de um manipulador

  • Mentir: Manipuladores têm na mentira sua principal arma. Eles inventam verdades convenientes ao momento e as pessoas que encontrar. Caso você suspeite que alguma coisa não seja verdade, eles sentem-se ofendidos;
  • Bajular: Descobrem o que você adora, o que você detesta, tudo para ganhar sua confiança. Eles comemoram ardentemente suas conquistas, ficam super chateados quando as coisas vão mal. Convencem que você é merecedor do que há de melhor, e que os momentos de “vacas magras” são enormes injustiças cometidas por pessoas cruéis. Manipuladores usam suas descobertas contra você;
  • Favores: Prepare-se para contar com uma pessoa sempre disposta ajudar. Realizar consertos ou providenciar alguém que faça isso. Acompanhar você nas consultas médicas. Manipuladores ajudam compulsivamente. Mas eles saberão quando e como cobrar por esses favores;
  • Promessa: Manipuladores prometem céus e terra. Juram amizade e amor eternos;
  • Ocultar coisas: Um manipulador sabe tudo ao seu respeito. Sem perceber revela endereço, telefone fixo e celular, e-mail, onde estudou, número do sapato, manequim, peso. Porém, quando sentem que as informações não estão vindo na velocidade desejada, usam familiares e amigos da vítima para acelerar o processo, trazendo mais uma pessoa para a sua teia. O manipulador sabe rigorosamente sobre você, entretanto, não há recíproca.

Manipulação x espiritualidade

A manipulação está na contramão do amor. Manipuladores são pessoas que escolhem conscientemente suas vítimas, usando-as sem demonstrar nem por um segundo mínimos sinais de remorso, sentindo imenso prazer em ver suas presas cada vez mais envolvidas pela teia de sedução, podemos afirmar que os manipuladores são incapazes de amar.

espiritualidade tem suas explicações para as atitudes manipuladoras. Elas ainda estão nos primeiros passos na aprendizagem espiritual. Ainda não perceberam que os males que provocamos algum dia viram-se contra nós. Manipuladores são frutos de uma sociedade que a cada dia afasta-se mais do que realmente importa, que valoriza imensamente os bens materiais e elege como vencedores qu
em consegue acumular fortuna financeira.

Nesse âmbito, as pessoas manipuladoras são consideradas “pessoas tóxicas”. Tóxicas porque nos hipnotizam de tal forma que precisamos delas, e chegamos a nos perguntar como conseguimos viver sem elas. As “pessoas tóxicas” roubam informações pessoais e detalhes íntimos, nossa identidade, já que nos tornamos dependentes da companhia e da “amizade”, nossa autonomia, pois, não conseguimos dar um passo sem consultar a opinião. Manipuladores roubam nossa energia.

Manipuladores estão em todo lugar

Vale ressaltar que nem sempre pessoas manipuladoras surgem do nada. Muitas vezes encontramos indivíduos com esse comportamento no ambiente de trabalho, na escola e na família. As características apresentadas acima são moldadas de acordo com a modalidade do convívio. Veja como lidar com pessoas manipuladoras nesses ambientes:

No trabalho

No ambiente profissional, o manipulador é o funcionário sempre pronto para ajudar. Mas, lembre-se é uma ajuda compulsiva.

Ele fica nos calcanhares dos colegas, reforçando a todo momento o quanto adora auxiliar os colegas que apresentam dificuldades nas tarefas. O manipulador no ambiente de trabalho é capaz de ficar até mais tarde, e até mesmo dar uma passadinha no escritório, tudo pelo “prazer de ajudar o próximo”. Os alvos da “boa vontade” ficam encantados com tamanha dedicação.

O manipulador é visto como a pessoa mais legal da empresa, funcionário e colega pau para toda obra. Porém, ele estabelece uma relação de dependência. Quem é alvo da “boa vontade” vai sendo rendado em uma teia. Quem recebe a “ajuda” perde sua autonomia, visto que não consegue mais agir sem pedir a opinião, consequentemente, perde a confiança e faz tudo para não perder a “amizade”. Quando a vítima começa a perceber-se como tal e tenta escapar, o manipulador inverte os papeis, convence sua presa que ela está sendo má. A presa, por sua vez, aceita tal condição e faz todas as vontades de seu algoz.

– Como se livrar do manipulador no ambiente de trabalho?

Seja firme e gentilmente dispense favores não solicitados. Quando o manipulador tirar o dia para bajular você, retribua os elogios, mas, esclareça que você apenas está cumprindo com suas obrigações, e qualquer outra pessoa faria o mesmo. O manipulador vai se surpreender com a sua firmeza.

Na escola

Na escola, o manipulador é o colega perfeito. Elege como alvo alunos pouco populares, constantemente ridicularizados.

O manipulador elogia as notas altas, tem certeza que o “novo amigo” é o melhor aluno. Quando suas notas são baixas, coloca a culpa no professor, pois, com certeza ele fez isso no intuito de prejudicá-lo. Não hesita em defender das injustiças. Não há tempo ruim que impeça de ajudar com as atividades e faz questão de fazer os trabalhos com você. O alvo de tamanha amizade sem perceber revela a que horas sai de casa, que horas pega a condução, revela possíveis inimizades com outros alunos, conta seus medos e angústia. O manipulador nada revela sobre sua vida.

Quando a vítima começa a perceber que algo está estranho e tenta desvencilhar-se, o manipulador sente-se extremamente ofendido. Coloca o “amigo” como uma pessoa injusta, incapaz de reconhecer uma amizade verdadeira. O manipulador passa a depreciar o “amigo”, listando seus defeitos, e que voltará a ser uma pessoa solitária e ridicularizada caso a amizade termine. A presa, que já tinha baixa estima, fica ainda mais vulnerável, acredita nisso, pede desculpas e não mede esforços para fazer todas as vontades do manipulador, tamanho o medo de perder a “amizade”.

– Como se livrar do manipulador na escola?

Caso sinta novamente que está sendo enganado, afaste-se lentamente. Fale somente o necessário e peça a opinião de outras pessoas sobre como lidar com a situação.

Na família

Na família, o manipulador cola naquele parente tímido e tido por todos como bonzinho. Pode ser aquele primo que sempre tem elogios, mesmo quando você pisou feio na bola. O manipulador justifica as mancadas do seu “objeto de afeto”, acredita que seu alvo é injustiçado. Faz questão de dizer a todo momento o quanto adora e fica contente por estar ao lado de uma pessoa tão especial.

O manipulador está sempre pronto para ir ao shopping, ajudar nas atividades escolares, acompanha nas consultas médicas e realizar algum conserto. Bajula pessoalmente, por telefone, e-mail e redes sociais. Porém, quando o alvo começa a ficar incomodado com tanto grude e bajulação, o manipulador vira a mesa, rebaixa sua vítima, ressaltando sua falta de traquejo social e que é visto como um coitadinho solitário, um fracassado incapaz de ter amigos. Mostra-se ofendido e sentencia que a vítima continuará sendo visto como alguém sem importância. O alvo, já emocionalmente instável concorda com tudo, pede desculpas e retoma a “amizade”, fazendo todas as vontades do seu algoz, com medo de não poder contar com uma pessoa tão valiosa.

– Como se livrar do manipulador na família?

Os laços familiares tornam as coisas mais difíceis. Mas é preciso colocar um ponto final nesse circulo vicioso. Peça a opinião de pessoas fora do espectro familiar. Mesmo não sendo possível cortar o convívio, converse somente o necessário.

Diferenças entre homens e mulheres manipuladores

O comportamento entre homens e mulheres é diferente em vários aspectos. No quesito manipulação também existem singularidades.

Homens

Os homens manipuladores apresentam as seguintes características:

  • Tímido: Observa o comportamento de todos a sua volta. Transmite fragilidade e submissão para convencer que é alguém carente;
  • Simpático: Homens manipuladores são sempre simpáticos, extrovertidos e sabem viver a vida. Demonstram extremamente preocupados e atenciosos com seus “amigos”, mas, faz questão de mostrar quem manda. As vítimas não sentem coragem para discordar desse homem tão simpático. Porém, quando vai a um evento chato, não se preocupa em disfarçar seu tédio;
  • Altruísta: Dá muitos presentes, faz inúmeros favores, sempre na intenção de receber alguma coisa em troca. Quando não é “retribuído” atribui às pessoas um sentimento de culpa;
  • Sedutor: Vaidoso e atraente. Olha nos olhos, faz perguntas embaraçosas e adora fazer mistério sobre si;
  • Culto: Possui excessiva admiração por diplomas, currículos profissionais pomposos e projeção social. Sutilmente demonstra desprezo por quem não tem os mesmos conhecimentos. Adora deixar as pessoas constrangidas, monopoliza as conversas e irrita-se quando alguém interrompe seu discurso.

Mulheres

As mulheres manipuladoras comportam-se das seguintes maneiras:

  • Na frente de todos são verdadeiras bonecas de porcelana. Porém, quando o alvo se afasta, é estúpida com as pessoas. Quando a vítima retorna será um doce com ela;
  • Usa a beleza como arma para conseguir o que quer. Acha um absurdo alguém não elogiá-la;
  • Usa tom de voz sensual e promete mil maravilhas para quem satisfaz seus pedidos;
  • Querem que o alvo adivinhe suas vontades e surpreenda com viagens, restaurantes e presentes de luxo. Fica revoltada se não é atendida;
  • É radical. Quando está certa quer provar que é melhor do quem está errado. Quando está errada, não admite e insiste até alguém acreditar nela;
  • Choram demais. Se a vítima quer sair com outras pessoas, Ela chora porque foi “traída”. Se perguntar como o carro ficou arranhado, ela chora porque foi acusada de ser uma péssima motorista;
  • É “frágil” a ponto de não conseguir carregar uma mala, de não conseguir abrir a porta do carro;
  • Durante uma briga, sempre dá um jeito de ofender alguém próximo a sua vítima.

Pessoas manipuladoras entram em nossas vidas, porque veem que estamos passando por um momento de vulnerabilidade. Nós alimentamos essas pessoas fornecendo informações íntimas. Porém, se deixamos elas entrarem em nossas vidas, cabe a nós mesmos tirá-las de cena. A tarefa é difícil, mas, essas dicas podem ser úteis:

  • Não se sinta culpado por não satisfazer os desejos do manipulador. Muitas vezes eles são irracionais e parecem coisas de criança birrenta que deseja atenção a qualquer custo;
  • Faça perguntas de sondagem, questione o que mudará se você atender as vontades dele;
  • Pergunte-se como eram seus sentimentos antes e como são agora;
  • Aprenda a falar não para quem não faz bem a você, isso representa falar sim para você;

Se nada disso der certo, afaste-se. Caso não for possível tirar a pessoa da sua convivência, afaste-se emocionalmente, fale apenas o básico.  Lembre-se que pessoas manipuladoras são “pessoas tóxicas”, seres não evoluídos que desejam sugar a energia e roubar a autonomia dos outros. Ninguém merece viver à sombra dos outros, ninguém merece não conseguir viver tendo que consultar alguém a cada passo. Independência emocional é a chave para uma existência feliz.


  • Texto escrito por Sumaia Santana da Equipe Eu Sem Fronteiras.

assinatura 2

Posted by

Blog sobre moda, beleza, Dicas Style. Marketing digital, técnicas bloggers e muito mais espero que gostem das Dicas da blogueira Portuguesa Moda á Portuguesa...

9 thoughts on “Como Lidar com um Manipulador/a

      1. Já vi o poema e gostei muito, e sem contar o sofrimento da família, e, principalmente as famílias que não tem poder económico para terem alguém para tratar do doente, Vou amanha tenho mesmo que ir dormir e tb já me doí a cabeça, bjs até amanha se DEUS quiser

Deixar uma resposta