Gritei confesso minha Falsidade

mulher gritar

Caros amigos e amigas ando com falta de inspiração, porque perdi o interesse de escrever poemas, foi falsa e hipócrita comigo própria 

Meu crime minha culpa, envergonho-me dos meus pensamentos e da minha conduta meu único alivio é ter sido por um pequeno período de tempo@@@@

Preciso gritar ao mundo tenho me sentido amarrada envolvida numa neblina densa. Por um tempo ignorei os meus princípios, comportei-me da pior forma possível, abomino  hipocrisia, falsidade, errei, em algumas publicações no meu blog foi eu que escrevi e não foi eu que escrevi… Acho que fui possuída por uma entidade oculta é a única explicação que consigo encontrar.

Passo a explicar, eu sei a razão da minha falsidade, embora aqui nunca o direi existe coisas que são só nossas, como a musica da nossa grande fadista Amália Rodrigues: NEM AS PAREDES CONFESSO penso que a frase é esta, como não sou apreciadora de fado, se estiver errado me desculpem. Tenho escrito para os outros para os leitores, tenho escrito e pensado: o que será que vão pensar ao lerem os meus poemas, será que escrevo mal? Esta existência que crie a minha volta tem me manipulado,  sentimento estranho nunca fui assim pelo contrario, sempre foi uma pessoa bastante descontraída, liberal sem preconceitos, não faço julgamentos de juízo e odeio pessoas que o fazem, nunca liguei para o que os outros pesam ou dizem sobre a minha pessoa, enho mais com que me preocupar gosto de ser livre, sou bastante independetende, excentrica, só tenho prazer quando faço o que gosto. Em poucas palavras sou assim, sou eu.

Quando crie este blog não tinha nada definido em relação ao nicho que ia conduzir os temas deixar correr livremente as minhas inspirações, foi postando como já tive mais do que um blog onde escrevia poemas lembrei e comecei novamente a escrever. A minha escrita não tem hora, não tem tema, não tem programação simplesmente acontece e começo a escrever. A minha falsidade foi cair no erro de escrever a pensar nos outros foi o meu crime, não é possível escrever com o pensamento sobre a critica dos leitores, não sou assim sinceramente não estou nem aí para o que os outros pesam. Agora nesta ultima semana quando escrevia não me sentia sentia-me presa parei para pensar o que se estava a passar comigo avalie-me, conclui, entendi e reagi…

Nunca mais escrevo a pensar nos outros, voltei a ser EU a minha escrita é livre é minha, se escrevo bem ou mal não faz mal o importante é voltar a ser eu a escrever .

Tenho de pedir desculpas a mim mesma por ter falhado comigo, sinto-me triste porque isto nunca me aconteceu, publicar a pensar se os leitores vão gostar ou não,  mas que estupidez.

Uma pessoa que vive para as aparências e vive em função do que os outros pensam nunca vai ser feliz. Eu sou uma mulher simples, muito sociável, digo o que penso e faço o que me apetece, visto-me como gosto, não ligo a marcas, enfim estou mesmo a borrifar me para a sociedade sempre foi assim e assim vou continuar.

A minha opinião sobre  sociedade Portuguesa é muito negativa, sou Portuguesa mas em termos gerais não gosto do povo Português. Em termos gerais: O português funciona como um rebanho o que faz um todos fazem, deixo aqui um exemplo que todos devem ter notado, o homem português nunca foi de usar barba, em 2017 veio essa tendência como devem ter reparado quase todos os homens começaram a usar barba, se começa a tendência do preto todos usam preto quando aparece um tresmalhado vestido de vermelho todos olham, comentam mas na verdade tem inveja porque não são capazes de fugir as regras ditadas por a sociedade e tomarem a atitude de usar vermelho, azul etc… Acho que define bem o meu ponto de vista em poucas palavras, se houver duvidas perguntem.

Por uns momentos talvez um mês também eu usava só preto, agora sou um arco íris.  

Novidades publicações para o meu blog vou criar mais categorias como Moda, Fotografia, decoração, musica, animais… Entre outras tags, não vou divulgar já tudo porque depois perde o interesse.

signature

3 thoughts on “Gritei confesso minha Falsidade

  1. “A minha opinião sobre sociedade Portuguesa é muito negativa, sou Portuguesa mas em termos gerais não gosto do povo Português.” Interessante, vejo comentários de brasileiros que foram morar em Portugal nos últimos anos e falam maravilhas, escrevem que nem por um minuto pensam em voltar, mas cada um tem a sua visão, beijo e parabéns pelo blog!

Deixar uma resposta