O significado das palavras

New Style Blogging
-por- Lady Madelaine

O significado das palavras

Teoria

Teoria é o conjunto de princípios fundamentais de uma arte ou de uma ciência. Teoria é uma opinião sintetizada, é uma noção geral. Do grego theoria que no contexto histórico significava observar ou examinar. Com sua evolução o termo passou a designar o conjunto de ideias, base de um determinado tema, que procura transmitir uma noção geral de alguns aspectos da realidade.

Teoria é também uma hipótese, uma conjectura, uma opinião formada diante de um fato. Uma teoria tenta explicar algo de difícil concretização.

Na área da Matemática, teoria é qualquer proposição que, para ser admitida precisa de demonstração.

Uma teoria científica é a parte especulativa de uma ciência, por oposição à prática. É um sistema consistente formado por observações, ideias e axiomas ou postulados, constituindo no seu todo um conjunto que tenta explicar determinados fenômenos.

São exemplos de teorias científicasTeoria do Caos, Teoria da Comunicação,Teoria do Conhecimento, Teoria da Evolução, Teoria dos Jogos, Teoria dos Quanta, Teoria da Relatividade, entre outras.

Em filosofia, teoria é o conjunto de conhecimentos que apresentam graus diversos de sistematização e credibilidade, e que se propõem a elucidar, interpretar ou explicar um fenômeno ou acontecimento que se oferecem à atividade prática.

Hipótese

Hipótese é a suposição de algo que pode (ou não) ser verosímil, que seja possível de ser verificado, a partir da qual se extrai uma conclusão. Popularmente, o termo é utilizado como sinônimo de especulaçãochance ou possibilidade de algo acontecer.

Nas pesquisas científicas e acadêmicas, por exemplo, uma hipótese corresponde a uma possibilidade de explicação sobre determinada causa de estudo. Um objeto de pesquisa pode ter diversas hipóteses diferentes, sendo de responsabilidade do pesquisador pôr em práticas experiências e outros métodos de comprovação para descobrir quais hipóteses são mais prováveis ou verdadeiras.

Para elaborar uma hipótese de trabalho, primeiro é preciso delimitar o objeto de estudo e reunir as suposições cabíveis como resposta para a pesquisa. Após reunir todas as probabilidades (hipóteses), é precisa fazer as corretas experiências, de acordo com as metodologias escolhidas, para comprovar ou refutar as hipóteses levantadas.

Etimologicamente, esta palavra resulta da justaposição dos termos gregos hypo (debaixo) e thesis (tese), cujo significado nessa língua era atribuído ao que ficava como base ou princípio de sustentação das leis.

Na Matemática, as hipóteses são o conjunto de condições iniciais a partir das quais, com base num raciocínio lógico, é elaborada a demonstração de um determinado resultado, chegando a uma tese.

Alguns dos principais sinônimos de hipótese são: suposição, pressuposto, pressuposição, teoria, tese, prognóstico, prognose, possibilidade, circunstância, condição e eventualidade.

 

Conjectura

Conjectura é um substantivo feminino que significa um juízo ou opinião com fundamentação incerta, ou uma dedução de um acontecimento que poderá acontecer no futuro, baseado em uma presunção.

Uma conjectura pode consistir no ato de inferir algo, com base em uma fonte não confirmada, como intuição ou palpite. Alguns sinônimos de conjectura podem ser: hipótesesuposiçãopresunçãoprognóstico, etc. Ex: O jogador de futebol fez várias conjecturas a respeito da próxima partida.

Esta palavra pode ser escrita de duas formas, conjetura ou conjectura, sendo que as duas possuem o mesmo significado.

Conjectura matemática

A palavra conjectura está relacionada com a matemática, sendo que neste caso, uma conjectura é uma hipótese (hipótese é um sinônimo de conjectura matemática) que os matemáticos acreditam ser verdadeira, mas que ainda não foi demonstrada.

Algumas das conjecturas mais conhecidas são:  Conjectura de Poincaré (um dos maiores problemas da Matemática do séxulo XX, resolvido pelo matemático russo Gigori Perelman), conjectura dos primos gêmeosConjectura Fraca de Goldbach (demonstrada pelo matemático peruano Harald Helfgott), Conjectura de Birch e Swinerton-Dyer.

 

Contingência

Contingência é uma eventualidadeum acaso, um acontecimento que tem como fundamento a incerteza de que pode ou não acontecer.

Contingência é a característica daquilo que é contingente, ou seja, que é duvidoso, possível, mas incerto, que pode ocorrer mas não necessariamente.

Por exemplo:

O governo prepara plano de contingênciapolicial em caso de tumulto nas estações do metrô”.

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), quer criar fundo de contingência, que ficará disponível para situações nas quais os países mais vulneráveis precisem de respaldo financeiro”.

Na área comercial, contingência é a cota, o contingente da reserva de produtos importáveis e exportáveis, nos países protecionistas.

Em Psicologia, mais concretamente na Análise Comportamental, contingência consiste em uma relação de dependência entre certos eventos. Existe também a tríplice contingência, que remete para uma relação de interdependência entre estímulos.

Em Lógica, contingência é uma proposição que depende de circunstâncias, pois não é sempre verdadeira e nem sempre falsa.
Empírico

Empírico é um fato que se apoia somente em experiências vividas, na observação de coisas, e não em teorias e métodos científicos. Empírico é aquele conhecimento adquirido durante toda a vida, no dia-a-dia, que não tem comprovação científica nenhuma.

Método empírico é um método feito através de tentativas e erros, é caracterizado pelo senso comum, e cada um compreende à sua maneira. O método empírico gera aprendizado, uma vez que aprendemos fatos através das experiências vividas e presenciadas, para obter conclusões. O conhecimento empírico é muitas vezes superficial, sensitivo e subjetivo.

conhecimento empírico ou senso comum é o conhecimento baseado em uma experiência vulgar ou imediata, não metódica e que não foi interpretada e organizada de forma racional.

Empírico também é o nome designado para aquele indivíduo que promete curar doenças, sem noções científicas, uma espécie de curandeiro, que muitas vezes é um charlatão. É por esse motivo que o antônimo de empírico é “rigoroso”, “preciso” ou “exato”.

Empirismo na Ciência

Para a ciência, empírico é um tipo de evidência inicial para comprovar alguns métodos científicos, o primeiro passo é a observação, para então fazer uma pesquisa, que é o método científico. Nas ciências, muitas pesquisas são realizadas inicialmente através da observação e da experiência.

Empirismo na Filosofia

Na filosofia, empirismo foi um tema muito debatido pelo filósofo inglês John Locke, no século XVII, onde ele diz que a mente humana é uma espécie de “quadro em branco”, onde gravamos diariamente o conhecimento, através das nossas sensações.

Outros filósofos também estudaram o empirismo, como Aristóteles, Francis Bacon, Thomas Hobbes, John Stuart Mill, e através desses estudos surgiram teorias como a teoria do conhecimento.

Empírico Experimental

A Teoria Empírico-Experimental é também conhecida como a Teoria da Persuasão, e foi desenvolvida a partir dos anos 40 e causou o abandono da Teoria Hipodérmica. Essa teoria revê o processo de comunicação como uma forma mecânica e imediata entre o estímulo e a resposta. A teoria empírico-experimental varia entre a concepção que é possível conseguir efeitos importantes se a mensagem transmitida for devidamente estruturada e a noção clara de que muitas vezes não é possível alcançar os efeitos desejados. É possível persuadir os receptores da mensagem se esta se encaixar nos parâmetros utilizados por ele ao interpretar a mensagem.

Empírico Indutivo

Francis Bacon, filósofo inglês do século 16 e 17, foi o fundador do método indutivo de investigação científica. De acordo com Bacon, o método empírico indutivo era o único que capacitaria o homem a subjugar a natureza.

O método empírico indutivo concebe leis de acordo com a observação de fatos, segundo um determinado comportamento observado e a sua generalização. Segundo Francis Bacon, só a observação permite conhecer alguma coisa nova.

signature

Deixar uma resposta