Doce pecado, amar-te? Poema Lady Madelaine

fazer amor1

Doce Pecado

Quero teu beijo molhado, intenso, profundo,
Teu corpo cheiroso, quente, ardente, provocante,
me enlouquece e enaltece meu desejo.

Desejo-te ao meu lado aquece meu corpo gelado,
Quero teu olhar no meu, meu cheiro com o teu,
faz meu corpo suar sobre,
teu corpo que sua no meu,

nas paredes do quarto escorre o suor do prazer aguçado.

Do doce aroma nasce o fruto do doce pecado,

Verdade existe, pecado de amor não existe,

Se pecar é amar então que eu morra de tanto amar,

Ninguém me arranca deste doce pecado,

Pecado é não ter teus lábios, com meus lábios,
Sentir meu corpo arrepiado no teu.


Na solidão de nós dois, me regalo em teu colo,

meu corpo abandonado no teu,

Tanto prazer gozado.

Na minha cama acendemos a chama para nos queimarmos.
Quero ficar em tuas garras, cair e não ter do que lamentar,
Amar que permaneça em nós, doce aroma do pecado, pecar doce pecado de tanto amar…

signature

Deixar uma resposta