Razão da minha Poesia

Peferida

A arte nasce quando um ser-humano quer evoluir em todas as suas formas possíveis…

Aos olhos do mundo em forma de arte, assim revelamos a pureza da nossa existência a pureza do nosso coração….

Não sou poeta, e não sei fazer poesia, mas as palavras que eu escrevo, são verdadeiras, e saem do fundo do meio coração…

Minhas palavras são sábias e verdadeiras porque ninguém mais do que EU , acredito nelas.

Uma bofetada da verdade dói menos, que o beijo de mentira!

Tendemos a acreditar em palavras, mesmo que elas não sejam verdadeiras.

Gosto de gestos simples e de carinhos sinceros, mesmo que distantes, amizades verdadeiras são sempre especiais, e com a intensidade das palavras toco nos corações mais puros

A verdade é difícil de falar…

Num pedaço de papel velho solto no vento me arrago em forma de poesia escrevo os meus profundos desejos os mais secretos. Recebo aplausos olhando o publico sinto-me triste, no final de tudo continuou a ser anónima ao Mundo não passando de mais um corpo divagando pelas ruas do mundo… a verdade continua escondida naquele papel velho o entrelaço das minhas palavras está ali escrito a minha verdadeira essência…

signature

6 thoughts on “Razão da minha Poesia

Deixar uma resposta